quinta-feira, 6 de agosto de 2015

♪ "O que é que a Sicília tem?" ♫

pasta tomate cereja cru e mangericão
Pasta com tomate cereja crú e mangericão.

Todo artigo sobre a culinária siciliana que se preze, começa com a famosa citação de Lévi-Strauss:
"(...) A cozinha é o meio universal pelo qual a natureza é transformada em cultura.(...)", O cru e o cozido, 1964.
Em todo o caso, fica como registro, curiosidade, pois quando penso em aromas e sabores ligados à minha amada Itália, ainda em ambiente francófono, não posso não pensar no "Aula" de Roland Barthes, que nos acompanha desde o Fórum Romano e vai até aonde você imaginar, sublinhando a raiz comum das palavras saber e sabor. A origem da nossa língua, usos e costumes está arraigada neste lugar: arraigado, fixado pela raiz, enraizado. Pronto, chegamos na terra e no ritmo dado à nossa vida através das quatro estações.

A terra vulcânica impregnada de silício e de todo o bem divino possível e imaginável faz com que os produtos desta ilha sejam simplesmente sublimes... imagino os primeiros colonizadores gregos de boca aberta após comer o primeiro fruto desta terra! Um eventual crescimento da população sobre um terreno escassamente cultivável pode ter sido a razão para o início de uma doce aventura que hoje chamamos de Sicília.

pasta alla noorma
Pasta alla norma

Os refrões desta terra são as frutas cítricas, a alcaparra, as azeitonas, o salsão, a uva passa, o pinólis, as folhas de louro, a amêndoa e o pistache; pois aqui nessa terra tudo que se planta nasce, cresce e floresce - e é bom demais, meu Deus!

Adoro verdura e um prato siciliano famoso é a caponata - um prato de preparação longa. Os ingredientes básicos são beringela frita, cebola, alcaparra, azeitonas, salsão, e em algumas zonas temos as variações com uva-passa e pinólis.

Nos arredores de Siracusa vamos comer um peixe azul muito bom. Típica é a pasta con le sarde, a pasta com sardinha, com uma uva-passa pequenininha que se chama passoline, erva-doce selvagem, cebola, pinólis e alçafrão. O prato é servido salpicado com pão torrado moído tostado - está dando pra entender o tamanho da encrenca?
Aqui são famosas as cultivações de amêndoas e o famoso Nero D'Avola. A granita de Siracusa tem a casca da amêndoa; a de Catânia, não.

Granita de amêndoas

Em Ragusa tem uma raça de vaca que só existe lá. Com o leite desta generosa vaca, produzem o famoso caciocavallo, um queijo curado D.O.P. que nem te conto, e que já era comercializado no século XIV; aqui também fazem uma focaccia chamada vota vota, uma espécie de pizza recheada com o interior da massa bem tenro.

A cultivação de oliveiras aqui na ilha é milenar. Acredita-se que as primeirars árvores foram introduzidas pela população micênica ou pelos fenícios.

Na maior ilha do mar Mediterrâneo temos, naturalmente, vários tipos de azeite: o da região de Siracusa, Ragusa e Catânia, que é meio frutado e picante; o azeite da região de Messina e do Vale de Demone é doce e mediamente frutado; o trapanese é um azeite muito forte, amargo e picante; o do Monte Etna é um meio-termo entre o siracusano e o messinês; o do Vale do Belice é frutado e com uma fragrância intensa; o do Vale do Mazara é levemente frutado com forte aroma herbáceo.

Risoto de presunto crú no melão cantaloupe e rolinho de pimentão na travessa retangula
Risoto de presunto crú no melão cantaloupe e
rolinho de pimentão na travessa retangula 

Palermo é famosa pelos seus rolinhos com queijo primosale (um queijo fresco com sabor muito delicado), cebola miolo de pão e folhas de louro; em Messina temos uma variação destes rolinhos, que aqui são feitos com peixe-espada, ou como nas sarde a beccafico, sardinhas recheadas com cebola, miolo de pão e folhas de louro, uva-passa, suco de limão e em algumas zonas até açúcar!

tiramisù
Tiramisù

Em Catânia, quando bater aquela fome do turista que acordou cedo e andou pra dedéu, vai adorar o sanduíche de carne de cavalo (em forma de almôndegas ou fatias)... que ninguém quer comer, mas vê em todo o lugar e acaba experimentando - nesta hora vá à Via Plebiscito. Daí, para matar a sede você toma um seltz com limão e sal - remédio santo para quem tem pressão baixa!

Tour personalizado SIcilia - Gastronomia
Meu seltz me salvou a vida!

A pasta preferida do Dib e da Cassandra é a pasta alla norma, feita com molho de tomate, beringela frita e ricota salgada ralada - saudades, meus caros, ia gostar tanto de passear com vocês por aqui!

Quanto à massa, é típica na Sicília a pasta al forno (o "macarrão de forno") feito em mil maneiras; por exemplo em Mòdica este prato é preparado com vários tipos de carne, abobrinha frita, cogumelos, ervilhas, cebola, ovo cozido e salame.

Em Trapani comemos o cuscus trapanês, que aqui tem influência do prato marroquino, mas a diferença é o caldo de peixe, vôngole e camarão - temperado com alho, cebola, salsinha, folhas de louro, salsão e amêndoas moídas.

Tour personalizado SIcilia
Patricia, enquanto se prepara para combater um cannolo

Acho que deve ser um mês que em qualquer post que escrevo sobre a Sicília, coloco sempre uma granita no meio (e obviamente já falei aqui de granita), então para finalizar, inútil falar de cannoli, que todo mundo conhece, a massa frita recheada de ricota, baunilha e chocolate; mas o chocolate artesanal de Mòdica não é um chocolate artesanal "normal", pois dizem que a receita utilizada aqui hoje ainda é aquela trazida pelos espanhóis no século XVI, que por sua vez "estudaram" diretamente com os astecas, que realizavam a pasta com temperaturas baixas (nunca passando dos 40°C). Um mundo que não conhece gordura vegetal, leite nem lecitina de soja.

Tour personalizado SIcilia - Doces
Tradição em fazer doces com amêndoas!

As fotos deste post são da nossa guia siciliana, que me orientou durante todo o meu período de trabalho em Siracusa e arredores em 2015 e que não poderia não ser uma cozinheira de mão cheia e que dá aulas de culinária em Catânia.

Tour personalizado SIcilia - Gastronomia
Doce com creme de pistache

Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.

Mais sobre turismo na Sicília:

Comida na Sicília, uma pequena introduçãohttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-que-e-que-sicilia-tem.html

Palermo: http://guiaderoma.blogspot.de/2016/08/se-uma-cidade-e-tao-fascinante-quanto.html

Selinunte: http://guiaderoma.blogspot.de/2016/10/selinunte-grecia-aqui-na-sicilia.html

Catâniahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-museu-arqueologico-de-siracusa.html

Siracusahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/07/especial-sicilia-siracusa.html

Museu Arqueológico de Siracusahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-museu-arqueologico-de-siracusa.html

Trapani:  http://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/trapani-o-sal-e-o-vinho.html

Segesta: http://guiaderoma.blogspot.de/2017/06/segesta-na-sicilia.html

Aqui o post sobre Ginostra, uma cidadezinha que fica em Strombolihttp://guiaderoma.blogspot.it/2015/04/ginostra-na-sicilia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário